Header Ads

Brasil é o país que mais sofre ataques cibernéticos da América Latina

Por Redação |


Segundo dados divulgados pela Kaspersky, em toda a América Latina, os internautas brasileiros são os mais vulneráveis aos ciberataques. O Brasil lidera o ranking com 53% dos ataques, seguido pelo México com 17% e Colômbia com 9%.

O relatório também mostrou números impressionantes. Somente em 2017, entre os dias 1º de janeiro e 31 de agosto de 2017, foram registrados 677 milhões de ameaças cibernéticas na região da América Latina, um aumento de 59% ao que foi registrado no ano passado.

Segundo Fábio Assolini, analista sênior de segurança da Kaspersky, o crescimento do número de ameaças na região é algo já esperado, pois América Latina é uma região que está em desenvolvimento e as pessoas estão se cada vez mais conectadas à internet.

A quantia de ataques offline também tem aumentado. Programas piratas, pen drives infectados e crackers de programas piratas são os principais responsáveis por esse tipo de ataque.

Nenhum comentário

Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.